Cabrobó

Codevasf supervisiona testes em sistema de esgotamento em Cabrobó

acao-codevasf-cabrobo-foto-cassio-moreira-codevasf

A população urbana do município de Cabrobó, em breve será beneficiada com a conclusão do sistema de esgotamento sanitário que está sendo construído pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). Ontem (05), o superintendente regional da Codevasf em Petrolina, Aurivalter Cordeiro, acompanhado de técnicos da empresa e da prefeitura municipal, fez os testes no sistema para o recebimento da obra, que envolveu um investimento federal de R$ 13,8 milhões.

O sistema tem capacidade de coletar, transportar e tratar 69,4 litros por segundo de esgoto e deverá atender a uma população urbana de cerca de 27,8 mil habitantes. “Saneamento significa redução da mortalidade infantil, longevidade, saúde da comunidade – principalmente quando se vai conseguir atender à quase totalidade da população da sede de Cabrobó”, destacou Cordeiro.

O sistema é composto por quatro bacias onde estão implantadas quatro estações elevatórias de esgoto. A obra também inclui rede coletora com extensão total de 16,3 km, 2.422 ligações domiciliares e 24,5 km de ligações condominiais, além de uma estação de tratamento composta por duas lagoas de estabilização, sendo uma lagoa facultativa e uma de maturação.

“Além da relevante melhoria nas condições de saúde da população, o tratamento adequado do esgoto garante que a água restituída ao São Francisco esteja devidamente descontaminada, assegurando a recuperação hidroambiental do rio”, destaca a presidente da Codevasf, Kênia Marcelino.

De acordo com o engenheiro civil Maxwell Lima, gerente regional substituto de revitalização de bacias da Codevasf em Petrolina, após a conclusão da obra a Codevasf irá repassar o sistema para a prefeitura municipal, que deverá tomar as medidas cabíveis para operá-lo direta ou indiretamente por meio de concessão da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa).

Conservação dos recursos naturais – Atenta aos problemas sociais e ambientais advindos da falta de tratamento dos esgotos sanitários domésticos, a Codevasf investiu até hoje, no âmbito do Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, cerca de R$ 1,8 bilhão na implantação de sistemas de tratamento de esgoto na bacia do São Francisco.

As ações da Codevasf na área de implantação de sistemas de esgotamento sanitário objetivam a recuperação e a conservação hidroambiental da bacia. Ao mesmo tempo, reduzem o despejo de esgoto direto no rio, melhoram as condições sanitárias locais e contribuem para a conservação dos recursos naturais e a eliminação de focos de poluição. Até o momento, 83 sistemas foram concluídos pela Codevasf na área da bacia do São Francisco

[F] Cássio Moreira / Codevasf

Varejo em Ação chega a Cabrobó

cabrobo-2

Na terça-feira (13), Cabrobó vai receber pela primeira vez o projeto Varejo em Ação. O evento acontece às 19h, no auditório da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM ) José Caldas Cavalcanti, com a palestra “A Arte de Sair do Lugar Comum”.

Com a finalidade de capacitar os empresário e suas equipes, o Varejo em Ação é promovido pela Unidade do Sebrae no Sertão do São Francisco, Senac e TV Grande Rio, com o apoio das Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDLs) de Cabrobó, Santa Maria da Boa Vista e Belém do São Francisco, Salas do Empreendedor de Cabrobó e Belém do São Francisco.

A palestra será ministrada pelo empresário, diretor de marketing da Z7 Cursos Corporativos Ltda, Marcos Zanqueta. Com nove anos de experiência como palestrante motivacional, Zanqueta já palestrou e treinou executivos de grandes empresas.

As inscrições estão abertas e para participar é preciso adquirir um ingresso no valor de R$20. Os pontos de venda são Sebrae, CDLs e Salas do Empreendedor dos municípios participantes do projeto.

Varejo em Ação

Data: 13 de dezembro

Horário: 19h

Local: EREM José Caldas – Cabrobó

Endereço: Av. Onze de Setembro, 647 – Centro

Ingresso: R$20

Caravana promove os Direitos Humanos com diversas ações gratuitas em Cabrobó

caravana

Com apoio da Organização das Nações Unidas (ONU), uma caravana que percorre mais de 100 cidades brasileiras levando diversas ações de promoção dos Direitos Humanos chega sexta-feira (25) a Cabrobó para realizar dois dias de evento com muitas atividades gratuitas.

Realizado em postos de combustível, o projeto, chamado Caravana Siga Bem, tem o propósito de levar saúde, lazer, educação e cultura a populações muitas vezes marginalizadas do acesso a esses serviços no dia a dia, como motoristas profissionais – em especial, os caminhoneiros – e comunidades afastadas dos grandes centros urbanos.

A parada em Cabrobó acontece nesta sexta-feira (25) e sábado (26), no Posto Limarques (ROD. BR 428, KM 10 S/N), das 13h às 22h.

Entre as atividades oferecidas: atendimento de saúde, corte de cabelo, massagem, teatro e shows musicais. Aos motoristas, haverá palestras sobre temas importantes no cotidiano das estradas, como violência no trânsito, exploração sexual de crianças e adolescentes e uso de entorpecentes. Devido ao grande número de homens nesta categoria, o projeto também conversará com este público sobre violência doméstica e a Lei Maria da Penha.

caravanaAlém de diversas atividades, o projeto conta ainda com um espetáculo teatral apoiado pela Organização das Nações Unidas (ONU), que, através da comédia, abordará de forma inédita os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e a Agenda 2030. Ao invés de artistas profissionais, a peça é encenada por caminhoneiros, que sobem ao palco para dialogar, por meio da arte, com seus colegas de estrada sobre assuntos importantes para a cidadania.

O projeto, que é a maior ação social itinerante da América Latina, conta ainda com os patrocínios da Petrobras e daMercedes-Benz.

O roteiro oficial da Caravana Siga Bem 2016 está disponível no site: http://www.caravanasigabem.com.br/

Caravana Siga Bem 2016

Cabrobó – PE

Dias: 25 e 26/11

Local: Posto Limarques (ROD. BR 428 KM 10 S/N)

Horário: das 13h às 22h

Teatro: Dia 26, às 21h

Atrações

Exames rápidos de saúde

Corte de cabelo e massagem

Apresentações Artísticas e Projetos Sociais

Entrega de Brindes

Concurso Cultural Caminhoneiro do Ano

 

Programação (dias 25 e 26)

Das 13h às 20h – Serviço de Saúde

Aferição de pressão arterial, Distribuição de preservativos, Teste Rápido de HIV, material sobre DSTs, Vacinas, Orientação Sobre Drogas

Atendimento da equipe da Secretaria Municipal de Saúde

 

14h – Projeto Social

Apresentação de projetos artísticos locais

 

17h – Estúdio Siga Bem

Entrevistas e entretenimento com a equipe da Caravana Siga Bem

 

19h – Ciclo de Palestras

Palestra SIGA BEM CRIANÇA

Conselho Tutelar

Palestra SIGA BEM MULHER

Creas

Palestra Orientação Sobre Drogas

Secretaria Municipal de Saúde

CINEMA RODOVIÁRIO

Polícia Rodoviária Federal

 

Dia 25

21h – Show ao Vivo

 

Dia 26

21h – Teatro da Caravana:

“Ó Xente, e os direitos da gente?”

Peça de Teatro com a Equipe da Caravana Siga Bem

Orocó e Cabrobó: veículos de comunicação devem abster-se de fazer propaganda eleitoral

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou aos meios de comunicação que atuam na 77ª Zona Eleitoral (Cabrobó e Orocó) que se abstenham de fazer propaganda eleitoral de pré-candidatos, candidatos, partidos ou coligações em seus espaços editoriais e na veiculação de notícias.

Os profissionais dos referidos jornais, sites, rádios e blogs deverão limitar-se à manifestação do pensamento político, que pode incluir a divulgação de pré-candidaturas, qualidades pessoais e profissionais de pretensos concorrentes e de ações por eles empreendidas e a serem realizadas, sem ônus financeiro para os candidatos.

O promotor de Justiça Eleitoral Carlos Eugênio Lopes explica que a lei eleitoral só permite a arrecadação e gastos de campanha após o dia 15 de agosto. Portanto, quaisquer gastos com anúncios ou matérias pagas antes dessa data serão considerados infrações eleitorais, não importando se a propaganda foi financiada pelos pré-candidatos, por seus partidos, por terceiros ou até mesmo custeada pelo próprio veículo de mídia.

Todos os articulistas, redatores e colaboradores dos veículos também deverão ser cientificados a adotar tais cautelas. No documento, o representante do MPPE alerta que a realização de propaganda eleitoral extemporânea sujeita a empresa jornalística, seus diretores, editores e articulistas à pena pecuniária de 5 mil a 25 mil reais.

“A ausência de vedação, para as empresas jornalísticas, de tratamento privilegiado a candidatos e partidos não autoriza os jornais, revistas, sites e rádios a fazer propaganda eleitoral, pois tal conduta abusiva pode afetar a normalidade e legitimidade das eleições”, destacou Carlos Eugênio Lopes.

A prática pode inclusive ser considerada como abuso de poder econômico e político, acarretando em inelegibilidade do agente político por oito anos e cassação do registro ou do diploma do candidato beneficiado.

A recomendação foi publicada no Diário Oficial dessa quarta-feira (6).

Partidos e pré-candidatos – o MPPE ainda recomendou aos dirigentes partidários e pré-candidatos das 30ª (Gravatá e Chã Grande) e 45ª (Belo Jardim) Zonas Eleitorais, por meio de seus respectivos promotores de Justiça Eleitorais, que se abstenham de veicular propaganda eleitoral paga antes de 16 de agosto.

De acordo com as promotoras de Justiça Sophia Wolfovitch (45ª) e Fernanda Henriques (30ª) tais condutas podem caracterizar propaganda eleitoral extemporânea, abuso de poder econômico, uso indevido de meios de comunicação e movimentação ilícita de recursos de campanha.

São João 2016: MPPE recomenda a mais oito municípios evitar gastos com festas

Fiscalizando os gastos com as festas de São João, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou a mais oito municípios que não realizem gastos com o São João, especialmente shows, se a folha de pagamento de pessoal estiver em atraso. Dessa vez, receberam a recomendação os prefeitos de Carpina (Carlos Vicente de Arruda), Lagoa do Carro (Severino Jerônimo da Silva), Casinhas (Rosineide Barbosa), Vertente do Lério (Daniel Almeida), Surubim (Túlio Vieira), Jaqueira (Marivaldo Andrade), Maraial (Maria Marlúcia de Assis) e Cabrobó (Antônio Auricelio Menezes Torres).

A medida é válida, inclusive, para os casos em que a inadimplência da folha esteja atingindo apenas parte dos servidores, mesmo sendo estes ocupantes de cargos comissionados ou temporários.

De acordo com os promotores de Justiça Fernando Falcão Ferraz Filho (Carpina e Lagoa do Carro), Emmanuel Pacheco (Jaqueira e Maraial), Kívia Roberta Souza (Casinhas, Vertente do Lério e Surubim) e Carlos Eugênio do Rêgo Barros (Cabrobó) consta em ofício do Ministério Público de Contas (TCMPCO-MP 008/2016), notícia de municípios, mesmo na situação de atraso de folhas de pagamento, estarem preparando gastos com festividades juninas.

Conforme explicam os representantes do MPPE, o gestor que realizar gastos com festa enquanto a folha salarial dos servidores está atrasada, seja totalmente ou parcialmente, tem o potencial de violar o princípio da moralidade administrativa, previsto no artigo 37 da Constituição Federal.

Todas as autoridades que receberam as recomendações têm até o próximo dia 15 de junho para responder ao MPPE quanto às medidas tomadas. A exceção fica por conta de Jaqueira e Maraial, cujo prazo é de 5 dias a partir da publicação no Diário Oficial.

As recomendações foram publicadas nos dias 11 (Carpina e Lagoa do Carro), 14 (Maraial e Jaqueira) e 15 de junho (Casinhas, Vertente do Lério e Surubim). As informações são do MPPE.

Ministro vistoria obras do Projeto de Integração do Rio São Francisco

MINISTRO-HELDER-BARBALHOO ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, faz uma visita técnica às obras do Projeto de Integração do Rio São Francisco, nesta sexta-feira (10) e sábado (11). O objetivo é vistoriar o trabalho realizado nos dois eixos (Norte e Leste) do empreendimento, hoje com 87,4% das obras concluídas.

Nos dois dias de agenda, o ministro estará em três dos estados beneficiados pelo Projeto: Paraíba, Ceará e Pernambuco. O ministro atende a imprensa às 9 horas no aeroporto de Juazeiro do Norte, no Ceará.

O primeiro dia de agenda será dedicado ao Eixo Norte do Projeto, com visita a estruturas em São José de Piranhas (PB), Jati (CE) e Cabrobó (PE). O roteiro inclui um sobrevoo ao Cinturão das Águas do Ceará, obra associada ao Projeto São Francisco.

No sábado, já no Eixo Leste, Helder Barbalho vistoria trechos do empreendimento em Monteiro (PB) e Floresta (PE) e sobrevoa as obras do Canal do Sertão Alagoano (AL).

[F] Ed Ferreira/MI

Pavimentação da Perimetral vai facilitar tráfego em Cabrobó

Cabrobó---perimetral

Em Cabrobó (PE), no Sertão do São Francisco, a pavimentação da Avenida Perimetral deve melhorar a mobilidade urbana no município. Fruto de parceria com o governo do Estado, a Perimetral vai interligar a BR-428 a pelo menos cinco bairros da área central do município.

O objetivo é oferecer alternativas para o tráfego de veículos entre os bairros Cohab, Ipsep, Parque de Exposição, Pedrinhas e Chácaras.

Para o prefeito Auricélio Torres, a pavimentação só trará benefícios aos moradores que aguardavam as melhorias com ansiedade. “Existem em Cabrobó importantes vias de acesso que necessitavam de melhorias, e nós estamos solucionando esses problemas aos poucos. Já garantimos a pavimentação de mais de 25 ruas e avenidas e agora chegou a vez da Perimetral, outra importante via de acesso ao município”, comemora.

Segundo o gestor, além da pavimentação – a obra com recursos de quase  R$ 1,3 milhão – inclui ainda drenagem e sinalização de toda a via. As obras foram iniciadas neste mês e têm previsão de ser concluídas no prazo de cinco meses.

Cabrobó recebe Comunicação Itinerante do Projeto São Francisco

Transposição-(Divulgação-Ministério da Int. Nacional)

A equipe da Comunicação Itinerante do Projeto de Integração do Rio São Francisco estará nesta quarta-feira (13) nas comunidades rurais Represa e Sanharó, em Cabrobó. O objetivo é informar e esclarecer dúvidas sobre a maior obra de infraestrutura hídrica do país. A programação acontecerá às 14h30, na sede provisória da associação de moradores, que reunirá moradores das duas localidades.

O Projeto São Francisco é a mais relevante iniciativa da Política Nacional de Recursos Hídricos do Governo Federal. O objetivo é garantir a segurança hídrica para 390 municípios no Nordeste Setentrional, onde a estiagem ocorre frequentemente, beneficiando mais de 12 milhões de habitantes nos estados do Ceará, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

Criada em 2011, a Comunicação Itinerante integra as ações do Programa de Comunicação Social, um dos 38 Programas Ambientais projeto. A iniciativa busca mostrar os benefícios do empreendimento e informar à população que reside nas áreas de influência da obra.

[F] Divulgação/Ministério da Integração

Achado ajuda a contar episódio da navegação no Rio São Francisco

FUZIL-MAUSER-(1)

Um fragmento do passado emergiu das águas do São Francisco como uma lembrança palpável da era da navegação no rio, sua importância e dos dramas humanos que marcaram sua história: um fuzil Mauser, modelo 1908, encontrado nos escombros do navio a vapor Antonio Olyntho, naufragado em março de 1926, próximo a Ilha da Assunção, em Cabrobó.

Semi-carcomido ao longo de quase 90 anos de submersão e repleto de uma crosta, formada por sedimentos, o fuzil mantém relativamente bem preservados o mecanismo de ferrolho, a coronha com o detalhe circular no lado direito, parte da haste de limpeza, na parte inferior do cano, e o guarda-mato. Uma relíquia sem dúvida, mas como arma, inutilizada.

SIVALDOO autor do achado foi o mecânico e construtor de embarcações Sivaldo Manoel de Sá, morador de Ibó, município de Abaré (BA). Ele encontrou o fuzil praticamente por acaso, logo depois de realizar a manutenção do motor de uma lancha, em companhia de pescadores que fazem pesca com arpão. Findo o serviço, eles decidiram conferir os escombros do navio – cuja presença naquele ponto do rio é de conhecimento da população local há muitos anos.

De acordo com Sivaldo, devido à baixa das águas do Rio São Francisco uma das escotilhas do navio está a cerca de dois metros de profundidade, mas a parte inferior do casco encontra-se a oito metros. Segundo ele, a correnteza é forte para o mergulho prolongado sem auxílio de equipamentos.

 

HISTÓRIA – A arma encontrada era um fuzil de repetição (ou rifle) Mauser calibre 7x57mm era arma comum das Polícias Militares do princípio do século XX. Também conhecido como F.O (fuzil ordinário) podia ser carregado com pente-carregador (cinco cartuchos). Media 1,257 metro e pesava 3,796 kg.

DETALHECurioso sobre a história do navio e disposto a repassar o fuzil a um museu, ou entidade voltada a preservação de bens históricos, Sivaldo procurou a Fundação Regional Museu do São Francisco em Juazeiro, no dia 05. “Eu poderia pendurar ele na minha casa, mas creio que ficaria mais importante para um museu, porque é uma peça de muitos anos”, explicou. “Um fato que ocorreu há tantos anos não pode passar despercebido pelos dias de hoje. Se uma história dessas viesse à tona seria importante para muita gente que tem interesse em saber. Eu mesmo tentei pesquisar e as informações que encontrei são contrárias”, afirmou.

 

VAPOR – Do Antonio Olyntho, que começou a operar antes de 1895, não restaram fotos conhecidas, mas sabe-se que o vapor tipo gaiola tinha 25 metros de comprimento e 0,60m de calado (profundidade a que se encontra o ponto mais baixo da quilha de uma embarcação, em relação à linha d’água – superfície da água) o mesmo do Saldanha Marinho, hoje monumento histórico em Juazeiro.

Em 1903, menos de um ano após a liquidação forçada da Empresa Viação do Brasil, o Antonio Olyntho foi leiloado com os demais vapores e arrematado pelo governo do Estado da Bahia. O governo organizou então a Empresa Viação do São Francisco, de acordo com o livro “Navegação do Rio São Francisco”, de Fernando da Matta Machado.

FUZIL-3O próprio Sivaldo contou ter tomado conhecimento que havia nada menos que 60 soldados no Antonio Olyntho. “Pelo que pesquisei na internet não consta nada. O que eu soube das pessoas mais velhas é que essa embarcação afundou em 1926 e tinha soldados que foram para Barra do Tarrachil para conter uma revolta. Estavam voltando, o rio estava muito cheio e a embarcação afundou na subida da cachoeira. É o que os mais velhos contam lá em Ibó”, disse. “Meu tio fala que morreram 16 pessoas, inclusive na Ilha da Várzea foram sepultados dois”, contou.

Sobre outras incursões aos escombros do Antonio Olyntho, o construtor disse ter tomado conhecimento que há cerca de trinta anos, prepostos da Marinha teriam retirado porcelanas e outros materiais do barco.

 

MISTÉRIO – Passados 89 anos, as informações sobre o naufrágio do Antonio Olyntho continuam uma página misteriosa da navegação no Velho Chico. Conta o historiador Walter Dourado, no livro “Pequena História da Navegação no Rio São Francisco”, de 1973, que o incidente aconteceu por volta das 10h da manhã do dia 07 de março de 1926, um domingo. O navio a vapor naufragou na localidade então conhecida como Cachoeira do Pambu, próximo a Ilha da Assunção, quando retornava de Belém do São Francisco.local mapa

Segundo o historiador, nove pessoas morreram: seis tripulantes (chefe de máquinas, um marinheiro, o contramestre, a zeladora, um taifeiro, um foguista) e três passageiros, incluindo entre estes, dois soldados da Polícia Militar da Bahia que retornaram de um confronto com integrantes da Coluna Prestes – ou seja, é possível que o fuzil tenha pertencido a um dos dois. O comandante do navio chamava-se João de Deus da Rocha Alves, conhecido como Pombinho.

MANCHETE-PHAROL-(1)Da imprensa da época, o jornal O Pharol, edição de 20 de março, informa laconicamente, com base em telegrama do Recife, o naufrágio do Olyntho “em viagem no baixo S. Francisco, morrendo seis tripulantes e dois passageiros, por motivo de explosão na caldeira do referido vapor”.

 

SOBREVIVENTE – Sivaldo entregou o fuzil para a diretora do Museu Regional do São Francisco, Rosy Costa, que considerou “imensurável” o valor do achado. “Uma peça que está submersa há 89 anos é de um valor inestimável. Para o Museu, que tem como carro chefe da memória, o Rio São Francisco é como resgatar um pedaço da sua história que estava afogada”, afirmou Rosy Costa. Sobre a exposição da peça, ela informou que conversará com museólogas da capital para obter mais informações sobre a maneira adequada de apresentar o fuzil, após ele ter permanecido tanto tempo embaixo da água.

SIVALDO-E-BENEDITOLogo em seguida a chegada de Sivaldo ao Museu, na quinta-feira da semana passada (05), o ex-piloto BENEDITOfluvial Benedito Lima, 80 anos completados no último mês de setembro, residente no Alagadiço, em Juazeiro, informado por Rosy do achado, foi ao museu conferir a relíquia e compartilhar histórias sobre os tempos da navegação. “Isso é um achado histórico”, disse, ao ver a arma.

Benedito não é apenas um ex-navegante do Velho Chico: o pai dele, Manoel Lima Sobrinho, trabalhou como prático (timoneiro ou piloto) em navegação e estava no Antonio Olyntho na ocasião da tragédia, contou Benedito. Manoel conseguiu nadar e agarrar-se na vegetação as margens do rio. Faleceu em 1943 e está sepultado em Carnaíba, distrito de Juazeiro.

Do que ouviu da mãe e da avó, Benedito contou que o navio Antonio Olyntho emproou por causa do peso da lenha que transportava, entrando numa “panela” ou “corrupios” (redemoinhos), afundando naquele trecho do Velho Chico, justamente perto da Cachoeira do Pambu.

“O negócio lá era tão forte que trouxeram um barco da Marinha, porque remo ou vela não aguentava”, explicou Benedito, sobre a correnteza do rio e os trabalhos da Marinha e do Governo da Bahia para esclarecer o acidente e eventualmente, recuperar pertences do navio. “Tudo o que o senhor está me dizendo aqui, comprova com o que o meu tio me disse”, confirmou Sivaldo.

[T] [F] Jean Corrêa

Cabrobó: MPPE recomenda que empresa de transporte rodoviário respeite Estatuto do Idoso

MPPE-LOGOO Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou à empresa de transporte rodoviário Viação Progresso, localizada no município de Cabrobó, que reserve dois assentos por veículo para idosos com renda igual ou inferior a dois salários mínimos e conceda, no mínimo, 50% de desconto no valor das passagens para aqueles que excederem o quantitativo de vagas gratuitas.

A iniciativa do promotor de Justiça Júlio Elihimas foi motivada pelo recebimento, na Promotoria de Justiça de Cabrobó, de várias reclamações dando conta que a referida empresa estaria desrespeitando a Lei nº 10.741/2003 (Estatuto do Idoso). O Estatuto dispõe no artigo 40 que, no sistema de transporte coletivo intermunicipal e interestadual observar-se-á, nos termos da legislação específica: a reserva de duas vagas gratuitas por veículos para idosos com renda igual ou inferior à dois salários mínimos (inciso I); desconto de 50 por cento, no mínimo, para idosos que excederem as vagas gratuitas, com renda igual ou inferior a dois salários mínimos (inciso II).

O representante da Viação Progresso em Cabrobó também foi notificado para comparecer à sede do MPPE no município no próximo dia 23 de abril, às 8h, para prestar esclarecimento sobre o descumprimento reiterado e deliberado do Estatuto do Idoso.

A empresa tem 10 dias para comunicar à Promotoria de Justiça se acata a recomendação.