Caminhoneiro passa mal após apresentar CNH com indícios de falsificação

Divulgação-_PRF

Um motorista de caminhão, de 41 anos, passou mal ontem (13) após a Polícia Rodoviária Federal (PRF) descobrir que a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) apresentada por ele possuía indícios de adulteração. O caso aconteceu durante uma fiscalização na BR 407, em Rajada, no Sertão de Pernambuco.

Agentes da PRF realizavam um comando no quilômetro 42 da rodovia, Posto PRF de Rajada, quando abordaram um caminhão com placas de Petrolina. Após uma verificação na CNH apresentada pelo motorista, foi constatado que o número de registro do documento era inválido e algumas marcações estavam adulteradas.

Quando a equipe deu voz de prisão ao homem, ele informou que estava passando mal e foi socorrido para um posto de saúde em Rajada e depois para uma UPA em Petrolina.

Assim que recebeu alta, o motorista admitiu que havia adquirido a CNH com um despachante em um shopping e que havia pago R$ 600 pelo documento. Ele foi conduzido à delegacia de Polícia Federal em Juazeiro, na Bahia, onde deverá responder por uso de documento falso. (As informações são da 11a. Superintendência de Polícia Rodoviária Federal)

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *