Polícia

Guarda municipal é preso suspeito de tráfico de drogas

prisao

Foi preso em flagrante na noite desta quarta-feira (12), em Petrolina, Luciano Moura da Silva de 31 anos, por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo.

O suspeito, que no momento da abordagem se apresentou como guarda municipal da cidade de Juazeiro –BA, era monitorado pela equipe de investigação da 1ª delegacia de Petrolina, há cerca de três meses quando a polícia civil recebeu informações que um indivíduo conhecido por “Fofão”, estaria em uma motocicleta de cor preta traficando drogas nas imediações do bairro Vila Mocó.

presoDe acordo com os policiais Luciano, conhecido por “Fofão” foi abordado após deixar sua residência e se dirigir a um bar próximo, no bairro Jardim Maravilha, sendo abordado e localizado a droga na carenagem da motocicleta.

O suspeito acabou confessando o tráfico e em sua residência os policiais encontram o restante da droga escondido em sacolas plásticas totalizando 89 petecas de cocaína pesando aproximadamente 132 gramas, material utilizado para embalagem, alem de um revolver calibre .38 com treze munições intactas e um total de R$ 1.385.

O suspeito foi apresentado a Delegacia de Plantão sendo autuado em flagrante por tráfico de drogas e posse de arma de fogo sendo recolhido na manhã desta quinta ao Presídio Dr. Edvaldo Gomes onde fica disposição da Justiça.

MP-PE vai apurar distúrbios e mortes em penitenciária pernambucana

O Ministério Público de Pernambuco ainda vai instaurar procedimento investigatório para apurar as causas e as responsabilidades pelo distúrbio e pelas duas mortes ocorridas ontem (14), na Penitenciária Agroindustrial São João, em Itamaracá, Região Metropolitana do Recife. O promotor da Vara de Execuções Penais, Marcelus Ugiette, contudo, é categórico: ao contrário do que a Secretaria Estadual de Ressocialização (Seres) afirma, o episódio não foi um mero motim, e sim uma rebelião.

“É uma brincadeira dizer que se tratou de um motim. É evidente que a situação fugiu ao controle. Foi uma rebelião muito grave, com danos variados ao patrimônio público, com mortos e mais de dez feridos. O cenário era de terror. Claro que depois da chegada do Bope [Batalhão de Operações Policiais Especiais] e da Companhia Independente de Operações Especiais, tomaram conta do pedaço”, disse o promotor à Agência Brasil, relatando que os detentos destruíram o refeitório e atearam fogo em parte do Pavilhão G, que abriga 200 apenados.

Segundo o promotor, o clima no local continua tenso. Ugiette conversou com vários presos, que reclamaram da direção da unidade devido, principalmente, a supostos maus-tratos contra as visitas dos detentos, a superlotação e a péssima qualidade da comida servida. Para o promotor, o mais inusitado no episódio é o fato de ter ocorrido em um estabelecimento penal que abriga apenas presos já beneficiados com o cumprimento da pena em regime semiaberto.

“É uma manifestação estranha, em se tratando de presos do semiaberto, primeira janela para a liberdade. Todos os presos da penitenciária agroindustrial estão nesse regime e posso afirmar, com certeza, de que pelo menos 70% da unidade se envolveu no problema”, acrescentou o promotor, assegurando que os presos cuja participação no tumulto ficar comprovada voltarão a cumprir pena em regime fechado, além de sofrerem outras punições cabíveis.

“Não estou defendendo os presos, que vão sofrer as consequências judiciais do que fizeram, mas também sei que o Estado dá razão para que coisas como essa aconteçam”, declarou Ugiette, afirmando que apenas cinco agentes penitenciários por turno controlam os 1.860 detentos acomodados nas 650 vagas existentes. Ele criticou o fato de quase todos os apenados ficarem ociosos, sem qualquer atividade ocupacional.

“Os presos não devem fazer isso, mas a rebelião em uma unidade do semiaberto demonstra que algo está bastante errado. Agora, é preciso que o Estado trate os apenados de outra maneira para reintegrá-los à sociedade e evitar que episódios como esse ocorram”, comentou o promotor. Ele garantiu que, além de punir os presos diretamente envolvidos com os danos ao patrimônio, ou eventual ato de violência física, vai apurar a denúncia dos presos de que os tiros que atingiram os presos partiram dos policiais.

“Os presos disseram que os tiros foram disparados pela Polícia Militar, de cima das passarelas da unidade. Vamos ter que apurar o que aconteceu, com muito rigor, para evitar injustiça e punir os responsáveis de fato. Até porque, um preso nunca vai dizer que foi outro que atirou. Se foram os policiais que atiraram, ainda verificaremos em que circunstâncias eles dispararam, se isso era de fato necessário, em legítima defesa ou situação que os exima de culpa pelas mortes”.

Hoje cedo, a Seres divulgou que o tumulto começou por volta das 7h30 (horário local), por motivos que estão sendo apurados. Homens do Batalhão de Choque da Polícia Militar e da Companhia Independente de Operações Especiais foram deslocados para o local, mas os próprios agentes penitenciários conseguiram controlar a situação perto das 9h30. Só então os soldados entraram na penitenciária para revistar os detentos. A secretaria não informou, porém, a causa das mortes e identidades dos dois detentos.

Segundo o promotor Ugiette, eles se chamam Dnavam Oliveira da Silva e Walmir Antonio da Silva. Adiantou, também, que um dos dez presos feridos teve que ser levado ao Hospital Miguel Arraes, em Abreu e Lima (PE), e 12 detentos, identificados como líderes do quebra-quebra, foram transferidos para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e deverão responder por dano ao patrimônio e tentativa de homicídio.

“Não vi nenhum sintoma de brigas entre presos. Lido com execução penal há 13 anos, já acompanhei várias rebeliões e, hoje, o que vi foi uma grande insatisfação com as condições da penitenciária, e nada que apontasse para disputa de facções ou briga entre presos”, concluiu o promotor.

A Agência Brasil tentou contato telefônico com a Seres, no início da noite, para checar as informações do promotor, mas não conseguiu ser atendida

Polícia apreende drogas dentro de tripa de porco na Cadeia de Cabrobó

droga

Vinte e seis pedras  de crack foram encontradas na Cadeia Pública de Cabrobó, nesta quarta (12)

A droga foi encontrada durante a entrega das refeições dos presos. Segundo a polícia, as pedras foram encontradas dentro de uma vasilha, camufladas em vários pedaços de tripa de porco assada, e direcionada a um detento daquela cadeia.

O detento, que não teve o nome revelado,  juntamente com a droga apreendida foi encaminhado a Delegacia local, onde foi autuado em flagrante e reconduzido à cadeia.

Suspeitos de assalto no centro de Petrolina são presos

armaCumprindo determinação da Central de Operações, policiais militares do 5º Batalhão se deslocaram ao Centro de Petrolina, para atender solicitação funcionários de uma ótica, que informaram através do serviço de emergência 190, que dois homens armados tentaram roubar a referida loja.

Operadores da Central de Vídeo Monitoramento identificaram os suspeitos e passaram a acompanhá-los, repassando a localização deles as guarnições acionadas. Cícero Francisco de Oliveira Lima, 19 anos, ao perceber a presença da Polícia Militar tentou fugir do local e se desfazer da arma que portava, porém foi abordado e encontrado com ele um revólver Calibre 38 com seis munições intactas.

Neste momento, o suspeito Leilton Santos Andrade, 21 anos, que aguardava seu comparsa em uma Honda XRE 300 placa OUN 0346 de Curaçá – BA, que estava com o lacre violado, também tentou fugir, sendo detido pelos Policiais.

Em seguida os dois suspeitos foram reconhecidos pelos funcionários da ótica e conduzidos para a 1ª Delegacia da Polícia Civil, onde autuados em flagrante delito por porte ilegal de arma e tentativa de roubo.

Suspeitos de homicídio são presos em Lagoa Grande

presosDois suspeitos de homicídio foram presos na tarde desta quarta (12). De acordo com informações policiais, após receber denúncia anônima, dando conta de que os possíveis assassinos de Reginaldo Farias da Silva, crime ocorrido na manhã do dia 10 de fevereiro deste ano, num matagal próximo ao bairro Morada Nova, periferia de Lagoa Grande, estavam escondidos numa residência na Rua Zeferino Gomes, bairro do Vasco.

O efetivo da Rocam se deslocou ao endereço informado, onde localizou Anderson de Jesus Siqueira, vulgo “Piu”, 23 anos, e o tio dele Luciano João da Silva, 34 anos, que confessaram haver praticado o crime. Um menor, também suspeito de participar do crime, não foi localizado.

Os autores confessos do homicídio foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil de Lagoa Grande, onde foram autuados em Flagrante Delito.

Polícia apreende drogas em Santa Maria

Na noite desta quarta (12), quando realizava rondas com abordagens na zona urbana de Santa Maria da Boa Vista, foram apreendidos cinco gramas de maconha com um motociclista.

O suspeito conduzia uma Honda CG 125, cor prata, placa KLX 1120 PE, sem portar documentos obrigatórios. A droga estava escondida na lateral da moto.

Diante do exposto o suspeito juntamente com o material apreendido foi detido, conduzido e apresentado ileso na DPC de Santa Maria da Boa Vista.

Polícia apreende arma em Cabrobó

armaUm homem foi preso nesta terça-feira (11), em Cabrobó, durante Operação Risco Zero, em conjunto entre efetivo da 2ª Companhia Independente da Polícia Militar.

De acordo com informações policiais, Reginaldo Freitas Garzeis Filhos se encontrava de posse de um revólver Cal. 38, com cinco munições do mesmo calibre, que foram encontrados em uma creche em construção. O suspeito realizava serviço de vigilância.

O envolvido juntamente com os materiais apreendidos foram conduzidos para a Delegacia de Policia Civil de Cabrobó.

Suspeito de lançar rojão no cinegrafista da Bandeirantes chega ao Rio

prisão-suspeito-rojão

O suspeito de lançar o rojão que matou o cinegrafista da Bandeirantes Santiago Andrade, Caio Silva de Souza, de 22 anos, chegou às 8h42 desta quarta-feira (12) no Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio. Caio chegou no voo 06211 (Salvador-Rio, da Avianca). Ele foi preso em Feira de Santana (BA).

O suspeito será encaminhado para a Cidade da Polícia, no Jacarezinho, Subúrbio do Rio, onde os investigadores que efetuaram a prisão vão conceder uma entrevista coletiva à imprensa para informar mais detalhes sobre a investigação e a prisão. Segundo informações da Globonews, três viaturas da polícia aguardavam, às 9h, o desembarque de Caio para conduzí-lo. Ele desembarcou momentos depois, acompanhado de vários agentes civis e federais. O suspeito foi levado num automóvel Logan prata para a unidade policial.

Três agentes da 17ª DP (São Cristóvão) acompanharam o delegado que investiga o caso, Maurício Luciano de Almeida e Silva, e o advogado de Caio, Jonas Tadeu, na operação que terminou com a entrega de Caio. Homens da polícia baiana deram apoio à operação. A namorada do suspeito também esteve na Bahia durante a entrega. Ele se entregou numa pousada próxima à rodoviária da cidade baiana, que fica a mais de 1,5 mil km do Rio e a 100 km de Salvador. (G1)

PMs apreendem drogas e armas em Santa Maria da Boa Vista

ARMA-E-MACONHA

Policiais Militares da 7ª CIPM, ao darem cumprimento a Operação Risco Zero, realizaram a apreensão de drogas e armas nas proximidades do posto da Polícia Rodoviária Federal, por volta das 10h da manhã desta terça-feira (11). A Equipe da ROCAM da 7ª CIPM abordou os quatro ocupantes de Gol vermelho e encontraram 30 gramas de maconha.

De acordo com a CIPM, os homens afirmaram estar se deslocando para Fazenda Manga. A ROCAM e a equipe da GT Fulgêncio, se dirigiu a citada propriedade, onde realizaram buscas. No interior da casa da fazenda, eles encontraram uma espingarda de cartucho calibre 28 de fabricação artesanal e outra também de fabricação artesanal.

J. D. S., 63 anos, motorista e proprietário do veículo que fora abordado, informou que os armamentos pertenciam a seu filho, R. M. S., 24 anos. Na DPC da 210ª Circunscrição em Santa Maria da Boa Vista, R. M. S., 24 anos, foi autuado por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, e contra J. D. S., 63 anos foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência.

[F] Divulgação/7ª CIPM

Polícia civil alerta sobre envio de emails falsos

email-falso

A polícia civil através da Diretoria Integrada do Interior -2 informa a toda população do sertão de Pernambuco que não encaminha por e-mail qualquer tipo de notificação para comparecimento em delegacias da cidade ou qualquer outra localidade do estado. 

De acordo com a Polícia, os usuários da rede devem estar atentos aos emails que tem como assunto e corpo da mensagem presente na imagem acima. O e-mail trata-se de vírus, que é instalado automaticamente no HD do computador do usuário caso clique em qualquer item da mensagem.

A Polícia Civil de Pernambuco através da Delegacia de Crimes Cibernéticos já está adotando todas as medidas cabíveis para apurar a origem dos emails enviados.