Mapeamento identifica áreas que apresentam características de invasão

Mapeamento---Juazeiro

A Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano de Juazeiro em cumprimento a Lei Complementar 018/2016 que rege sobre o Código de Polícia Administrativa prossegue com os trabalhos de mapeamento da cidade, através do levantamento das áreas públicas que apresentam características de invasão.

Ontem (19), a ação aconteceu nos bairros Santo Antônio, Maringá, Country Club, Pedro Raimundo e Sol Levante. A fiscalização também esteve no Residencial Mairi aonde inúmeras denúncias chegam à Secretaria em decorrência da montagem de trailers fixos em frente às moradias. Durante visita ao residencial seis barracas foram detectadas e três proprietários notificados para retirada imediata.

Outro ponto fiscalizado foram as barracas que ainda estão no passeio público em frente ao Mercado do Produtor. A fiscalização solicitou mais uma vez a retirada por parte dos barraqueiros, caso esses descumpram, serão removidos e apreendidos. A primeira notificação na área ocorreu no dia 23 de fevereiro, depois, mais duas notificações foram aplicadas e no dia 29 de março foi iniciada a reintegração da área com a retirada inicialmente de barracas desocupadas. Menos de 10 barracas ainda insistem na comercialização no local.

Conforme a assessoria de imprensa da administração municipal, todo o trabalho inicial tem sido educativo. A fiscalização notifica e dá um prazo de 15 a 30 dias. O não cumprimento da notificação acarreta na autuação, demolição ou retirada do objeto. “A partir do momento em que a própria comunidade participa do trabalho de fiscalização, a cidade fica cada vez mais bonita e organizada. Temos que fiscalizar, e isso só acontece se a população, nossos maiores fiscais,  estiverem junto no processo de melhoramento”, descreveu o secretário Agenor Souza.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *