Polícia

Bandidos explodem carro-forte em Petrolina

CARRO-FORTE-EXPLOSAO-2

Assaltantes explodiram na tarde desta terça-feira (25) um carro-forte de uma empresa de segurança, no bairro Gercino Coelho, em Petrolina. De acordo com informações de populares, os seguranças do carro-forte chegaram a trocar tiros com os assaltantes. Não há informações sobre feridos.

Os bandidos estariam em uma caminhonete e conseguiram fugir. Ainda não há confirmação se eles conseguiram levar alguma quantia em dinheiro do carro-forte, que ficou completamente destruído pela explosão. Outro veículo foi atingidos por vários disparos.

[F] Reprodução/WhatsApp

Polícia Civil apreende mais de 50 hidrômetros furtados

Hidrômetro-_-Ação-policial

O hidrômetro é o equipamento utilizado para medir o consumo de água nas residências, contribuindo para o uso racional do líquido. Entretanto vem sendo alvo frequente de furto em diversos bairros de Juazeiro. De acordo com o diretor Operacional do Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE), Fernando Brito Junior, cerca de 20 unidades do equipamento são furtadas, diariamente, causando prejuízo à autarquia e falta de água para os usuários.

Na última terça-feira (18), acompanhados pelos investigadores da Polícia Civil, Jean Carlos e Fernando Vilante, técnicos do SAAE estiveram fazendo vistoria em chácaras localizadas por trás do Serrote da Batateira, onde foram localizados mais de 50 hidrômetros pertencentes ao SAAE.

A ação aconteceu após denuncia anônima de que uma pessoa identificada por Joelson, proprietário de uma das chácaras estava comercializando água oriunda de um poço tubular, usando os hidrômetros do SAAE. De posse da informação a direção do SAAE fez contato com a Polícia e os equipamentos foram retirados.

De acordo com o policial Jean Carlos, algumas pessoas prestaram depoimentos e confirmaram a denuncia. Ele informou que na propriedade da pessoa apontada como responsável pela instalação foram encontrados mais três hidrômetros, canos e conexões utilizados nas ligações de água. Segundo os depoentes o valor cobrado pela água fornecida variava de R$ 20 a 35, a depender do consumo medido nos hidrômetros.  O denunciado não foi localizado pela polícia.

“Encontramos hidrômetros pertencentes ao SAAE e a outras empresas de fornecimentos de água. Em todas as ligações de água feitas pelo SAAE é identificado o hidrômetro através de um número de série. Os que retiramos aqui foram furtados nos bairros Codevasf, São Vicente, Nova Esperança, Antonio Guilhermino e Jardins das Acácias. O crime cometido não é o da venda de água, pois o poço é dele, mas sim pelo uso indevido dos hidrômetros que foram furtados nestes bairros”, detalhou Fernando Junior.

Os hidrômetros foram levados para a Delegacia e a Policia continua com as investigações para identificar o culpado. A direção do SAAE orienta aos usuários que tiverem seus hidrômetros furtados a prestarem queixa na delegacia para que a Polícia investigue e chegue aos responsáveis.

Procurado pela justiça do Maranhão é preso em Petrolina

Procurado...

Um homem procurado por um crime de trânsito no Maranhão foi preso pela Polícia Rodoviária Federal sábado (15), na BR 428, em Petrolina. A prisão ocorreu a partir de um mandado de prisão emitido por um juiz da Vara Única do município maranhense de Matões.

Os agentes realizavam uma fiscalização da operação Semana Santa, quando deram ordem de parada ao condutor de um carro no quilômetro 186 da rodovia. Após realizar a consulta da sua documentação, foi descoberto o mandado de prisão em aberto desde abril de 2016, pelo crime de entregar a direção do veículo a um menor de idade.

O homem foi detido e encaminhado à delegacia de Polícia Civil de Petrolina, para os devidos procedimentos legais.

PRF recupera em Santa Maria veículo roubado em São Paulo

PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou, na tarde de ontem (16), em Santa Maria da Boa Vista, um carro que havia sido no roubado na capital de São Paulo, no ano de 2014. O condutor do veículo, de 24 anos, foi detido no local.

O flagrante aconteceu durante uma fiscalização de agentes do Grupo de Patrulhamento Tático da PRF, que participavam da operação Semana Santa. Ao solicitar a documentação do carro, o motorista apresentou um Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo com diversos sinais de adulteração.

Em seguida foi realizada uma verificação minuciosa nos caracteres identificadores do automóvel, e a equipe descobriu que havia um registro de roubo do dia oito de dezembro de 2014.

O motorista foi detido e encaminhado junto com o carro e a documentação para a Delegacia de Polícia Civil de Cabrobó, para as providências cabíveis.

Polícia apresenta acusados de matar idosa em Petrolina

COLETIVA-DELEGADOS

A Polícia Civil de Petrolina apresentou na tarde desta segunda-feira (10) os acusados do assassinato da aposentada Abenigna Lúcia do Bomfim, 67 anos. Ela foi encontrada morta na última quarta-feira (5) com as mãos amarradas e um saco na cabeça, no interior de sua casa, no bairro Cohab 5. De acordo com a polícia, Alessandra de Castro Silva, a “Baiana”, 42 anos e Leandro dos Santos Ferreira, o “Léo” 20 anos, mataram Abenigna. Ambos foram presos sábado (08). Também foram apreendidos, já nesta segunda-feira, dois adolescentes de 14 e 17 anos, filhos de Alessandra, que participaram do crime.

De acordo com a delegada da 25ª Delegacia de Homicídios, Sara Machado, uma denúncia anônima permitiu a identificação e prisão dos acusados. Alessandra morava com os filhos, uma casa alugada, vizinha a de Abenigna. Além de roubar pertences da vítima, inclusive um notebook e um telefone celular, os acusados sabiam que a vítima tinha uma poupança de R$ 20 mil e receberia a aposentadoria no dia 04, explicou a delegada.

O notebook foi encontrado em Juazeiro, por uma equipe de policiais chefiada pelo delegado Magno Neves, que apoiou as investigações, com o também delegado Marceone Ferreira, ambos presentes a coletiva de imprensa, realizada segunda no auditório do Ministério Público de Pernambuco (MPPE).

DENÚNCIA – Pelas condições em que o corpo foi encontrado, a perícia apurou que o crime havia acontecido três ou quatro dias antes. No local, não havia sinais de arrombamento ou indícios de que o assassinato tivesse sido cometido por alguém estranho ao convívio de Abenigna. A aposentada morreu por asfixia.

A polícia apurou que Alessandra e a filha de 17 anos foram vistas conversando com a vítima, na porta da SARA-MACHADOcasa desta, no sábado anterior a descoberta do corpo. “Com a ouvida dessas pessoas, conseguimos ver que entraram em várias contradições. Foi aí que teve uma denúncia anônima no sentido que a vizinha conhecida como ‘Baiana’ [Alessandra] estava envolvida e que o crime foi praticado com a ajuda de um comparsa, de apelido Léo, morador do João de Deus”, explicou Sara.

Um telefone celular da vítima foi encontrado em poder de Léo, que confessou o crime e acusou Alessandra de ter planejado o crime, com a participação dos filhos desta, segundo a Polícia. Os adolescentes ficaram observando o movimento na rua, enquanto Léo e Baiana cometiam o crime. “Segundo informações prestadas por Leandro, a vítima foi atingida por um murro no rosto, dado por Alessandra, desmaiou e em seguida ele amarrou a vítima com peças de vestuário da vítima e que não viu no momento em que a vítima foi asfixiada com saco plástico”, contou a delegada.

PROXIMIDADE – A acusada tinha proximidade com Abenigna porque a aposentada ajudava a vizinha. “A energia da casa da acusada estava cortada, então os filhos e a acusada iam assistir televisão na casa da vítima”, disse Sara.

Alessandra conheceu Leandro por meio do filho de 14 anos. Segundo a delegada, ela nega ter assassinado a idosa e acusa Léo de ter asfixiado Abenigna. A polícia ainda não encontrou documentos relacionados a uma indenização que Abenigna iria receber e desapareceram da casa.

“É um crime que houve premeditação. Inclusive a gente pede a população que evite, principalmente para pessoas desconhecidas, estar mostrando e fazendo qualquer tipo de comentário sobre movimentação financeira, dinheiro ou bens que tenha em sua casa. Porque esse excesso de confiança deu margem a esse crime tão brutal”, disse.

Reportagem completa na edição de sábado (15) do Gazzeta do São Francisco.

[T] [F] Jean Corrêa

PRF prende motociclista com CNH falsificada em Petrolina

Foto_Motocicleta-(Divulgação-PRF)

Um motociclista, de 29 anos, foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na noite do último sábado (08), após apresentar uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com indícios de falsificação, na BR 407 (Ponte Presidente Dutra), em Petrolina,. O homem conduzia uma motocicleta de 250 cilindradas no momento da abordagem.

Por volta das 21h30, agentes da PRF realizavam uma ação de policiamento no quilômetro 130 da rodovia, quando deram ordem de parada ao condutor de uma moto com placas de Lauro de Freitas, na Bahia. Durante a fiscalização, o homem apresentou a CNH e após consulta a equipe constatou que o documento era adulterado.

O motorista foi detido e encaminhado à Polícia Federal de Juazeiro, na Bahia, e deverá ser enquadrado no crime de uso de documento falso, que prevê pena de dois a seis anos de reclusão e multa.

Polícia vai apresentar acusados do assassinato de Abenigna

homicidio

Policiais civis da 25ª. Delegacia de Homicídios, em Petrolina, chefiada pela delegada Sara  Machado prenderam os acusados do assassinato de Abenigna Lúcia do Bonfim. A sindicalista tinha 67 anos e foi brutalmente assassinada. O corpo dela foi encontrado dentro da própria residência, na última quarta-feira (5) com as mãos amarradas e um saco na cabeça.

Foram presos Alessandra de Castro Silva, 42 anos, e Leandro dos Santos Ferreira, 20 anos. Uma entrevista coletiva marcada para as 15h desta segunda-feira (10), no auditório do Ministério público vai detalhar o processo de investigação.

Caso Beatriz: procurador-geral reforça apoio à investigação

O procurador-geral de Justiça Francisco Dirceu Barros reforçou, na tarde desta sexta-feira (17) todo o empenho do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) nas investigações sobre o assassinato da menina Beatriz Angélica Mota Ferreira da Silva, 7 anos, morta em dezembro de 2015, na escola em que estudava, em Petrolina. Francisco Dirceu se reuniu com os pais de Beatriz, Lucinha Mota e Sandro Romilton, acompanhado dos promotores de Justiça que formam a força-tarefa do MPPE nas investigações.

Francisco Dirceu ouviu dos promotores detalhes sobre o caso, que teve o que o Ministério Público considera uma evolução nos últimos tempos, culminando com a divulgação, por parte da Polícia Civil, das imagens de um homem considerado o principal suspeito do crime, que chocou o País. Além disso, o procurador-geral de Justiça também explicou aos pais de Beatriz o esforço do MPPE em solucionar o caso.

“Atuei como promotor criminal por 17 anos, mas não posso mensurar a dor que vocês estão sentindo. O que posso dizer é que o Ministério Público de Pernambuco não está medindo esforços para que cheguemos a uma solução positiva do caso, que é com o culpado na cadeia e condenado pelo crime”, afirmou Francisco Dirceu.

A promotora coordenadora do grupo de trabalho, Rosane Cavalcanti destacou que a investigação está em uma fase muito importante da investigação. “Continuaremos a trabalhar porque ainda não chegamos ao nosso objetivo, que é a prisão e condenação do suspeito”, destacou. As informações são do MPPE.

IMAGENS – Na semana passada, a Polícia Civil de Pernambuco divulgou novas imagens do homem que é apontado como o assassino de Beatriz. No dia seguinte, Sandro e Lúcia deram uma entrevista coletiva na qual reforçaram o apelo para que a sociedade colabore com informações que levem a prisão do assassino.

[F] Divulgação

“Nos ajudem a encontrar esse assassino” apela mãe de Beatriz Mota

SANDRO-E-LUCIA-COLETIVA-16_03-(140)

A divulgação das imagens daquele que, segundo a Polícia Civil de Pernambuco, é o autor do assassinato de Beatriz Angélica Mota, 7 anos, morta no dia 10 de dezembro de 2015 no interior do Colégio Maria Auxiliadora, em Petrolina, levou o pai e a mãe da menina, Sandro Romilton e Lúcia Mota, a convocarem uma entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (16), na sede da subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Juazeiro.

O casal diz não ter dúvidas que o autor do crime é o homem que aparece nas imagens divulgadas pela Polícia, na última quarta-feira, no Recife. As imagens foram obtidas de duas câmeras de monitoramento, instaladas ao lado do colégio. Sandro e Lúcia fizeram um apelo à sociedade para que colabore com informações que levem a prisão do acusado e ao indiciamento de possíveis cúmplices.

ACUSADO-1Segundo a Polícia, o homem que aparece nas imagens das câmeras de segurança tem cerca 1,65m de altura, é magro e de pele morena. No dia do crime ele vestia uma camisa polo azul clara e calça jeans, também azul. Os registros das câmeras foram tratados para que fosse possível obter imagens mais nítidas (clique na imagem à direita para ampliar).

Em dado momento, o homem se agacha próximo a um carro e, de acordo com a perícia que analisou o vídeo, esconde a faca usada no crime em uma das pernas. Ao longo de todo o registro, agitado, ele caminha várias vezes ao lado do colégio e manuseia um telefone celular.

IMAGEM-ACUSADO-2“Estávamos vendo ali o algoz, o causador de todo o transtorno das nossas vidas. Aquela pessoa que conseguiu tirar a minha vida e a de Lúcia”, disse Sandro. “Nosso foco e nossa meta, é agora apoiar a Policia Civil para encontrar esse monstro. Estamos pedindo o apoio de vocês. Sempre fui otimista, desde o início, nunca perdi a esperança”, reforçou.

“Muito ainda precisa ser revelado. Existem muitos campos obscuros no meio da investigação. Mas com certeza virá à tona”, completou Lúcia. “Nossa luta é por justiça. Meu apelo para toda a sociedade: não façam justiça com as próprias mãos. Por favor, liguem, denunciem, chamem a Polícia”.

Quem tiver informações concretas do paradeiro do assassinado pode informar pelos números da Ouvidoria da Secretaria de Defesa Social (SDS) – 181, WhatsApp – (87) 9 9911-8104, Disque-Denúncia (81) 3421-9595 (81) 3719-4545. As ligações são gratuitas e o sigilo da pessoa que ligar é preservado. A família também disponibilizou um contato de WhatsApp (87) 98137-3902.

Reportagem completa na edição de sábado (18) do jornal Gazzeta do São Francisco.

[T] [F] Jean Corrêa

Polícia diz que imagens são do assassino de Beatriz Angélica

coletivabeatriz

A Polícia Civil de Pernambuco reuniu a imprensa da capital na tarde de quarta-feira (15), para apresentar o rosto de Beatriz Angélica Mota. A menina de sete anos foi morta no dia 10 de dezembro de 2015, com 42 facadas durante uma festa de formatura Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, onde estudava.

Mais de um ano após o crime, os policiais apresentaram imagens de um homem, feitas no dia do crime, por câmeras de segurança próximas do colégio. Segundo a delegada responsável pelas investigações, Gleide Ângelo, o homem é o assassino.

Ainda de acordo com a delegada, o Disque-Denúncia vai pagar R$ 10 mil de recompensa para quem fornecer informações sobre a localização do homem que aparece nas imagens.

Leia matéria completa sobre o caso na edição impressa do Jornal Gazzeta do São Francisco.