Vitória leva gol, mas arranca empate pelas semifinais do Baianão

Vitória-(Foto-ECVitória_Divulgação)

Um dos times que mais entrou em campo no ano. Gramado irregular. Desfalques importantes, como Zé Welison e Kieza. Tudo poderia servir de pretexto para explicar uma derrota que esteve perto de acontecer domingo (16), no Lomantão, diante do Vitória da Conquista. Porém, no Vitória, é bom sempre acreditar, pois o jogo só acaba quando o juiz apita o final. O Leão perdeu os 100% de aproveitamento no Baianão, mas não perdeu a raça. Arrancou o empate aos 49 minutos, com um gol de André Lima.

Um time técnico em gramado irregular não combina. Com um gramado alto e com buracos, o Vitória teve dificuldade de criar jogadas ofensivas. Diante de sua torcida, o Conquista acabou criando mais no primeiro tempo, mas o rubro-negro soube encarar as adversidades. David e André Lima tiveram boas chances, mas nada de rede balançada na primeira etapa.

No segundo tempo, o jogo continuou sem tantas emoções, até que, aos 25 minutos, o Bode acabou abrindo o placar, com um chute de Todinho. Piada pronta. Porém, o rubro-negro cresceu e pressionou. A cada jogada, o grito de gol entalava na garganta da torcida. Até que, aos 38, o goleiro do Conquista desabou no chão, alegando falta de ar. Tentou esfriar a partida, mas viu o árbitro dar cinco minutos de acréscimos. Foi o suficiente. Aos 49, o imortal André Lima meteu a cabeça e deixou tudo igual. Gol salvador, do alívio.

Na próxima quarta-feira (19), o Vitória enfrenta o Paraná, pela Copa do Brasil.

[T] e [F] ECvitória

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *